Search
segunda-feira 18 dezembro 2017
  • :
  • :

Análise dos Tempos 70.3 Rio de Janeiro 2016  

O 70.3 na Cidade Maravilhosa

No dia 06 de novembro de 2016 ocorreu a segunda edição do Ironman 70.3 Rio de Janeiro, esta que se mostrou uma prova muito querida pelos brasileiros para estrear na distância e também quebrar recordes de tempos.
E como toda prova, quem fez está curioso pra saber como foi sua performance em relação aos demais atletas e quem torceu e acompanhou quer saber como foi o perfil da prova.
Mas não é necessário acessar milhares de perfis para saber como o pessoal foi na prova, neste post nós organizamos os tempos e parciais de todos atletas para chegar a esta análise. Esperamos que gostem!
A prova tem grande importância para o circuito nacional e rende preciosas vagas para o mundial de 70.3, porém em comparação com os eventos nos EUA que reúnem mais de 2.000 atletas o nosso total de inscritos ainda tem espaço para crescer e muito !!
DNS: Did not Started
DQF: Desqualificado
DNF: Did not Finish
Houve um percentual bem baixo de desistências e desclassificações, o que pode ser entendido como um nível de dificuldade relativamente baixo por conta do terreno predominantemente plano.
A natação foi liberada para o uso de Wetsuit, o ganho de elevação da etapa de ciclismo é na casa de 300m que está concentrado em duas grandes ladeiras, e a corrida na orla é plana e conta com bastante torcida para impulsionar os kms finais
Em relação ao gênero dos Finishers, a grande maioria é masculina como é comum no esporte, mas ainda mais evidente aqui no Brasil

Em relação a idade dos atletas, como esperado a grande concentração esta entre 30 e 44 anos tanto para homens e mulheres.

O tempo médio geral dos Finishers foi de 5h49 e contou com parciais constantes e equivalentes nas 3 modalidades, com paces aproximados de 2:00 min/100m na natação, 30 km/h na bike e 6:00 min/km na corrida.

Em comparação com outras provas de 70.3 a etapa do Rio de Janeiro teve uma boa média de tempos finais e se demonstrou uma prova rápida, principalmente por conta de um pedal muito constante na orla. A grande quantidade de tempos abaixo de 5h15 é um ponto que comprova a velocidade da prova.

Finishers Femininos

A média de tempo Feminino foi de 6h11 e uma quantidade muito similar de finishers em quase todas faixas de tempos.

Finishers Masculinos

Por outro lado os Homens tiveram tempo médio de 5h45 e concentração muito grande entre 5h00 e 6h00.

Distribuição dos tempos por categoria.
Em destaque as maiores concentrações de finishers

Este painel mostra a distribuição dos tempo por categorias e em destaque estão as maiores concentrações de finishers.


Em relação aos melhores tempos das categorias, podemos verificar que nas categorias mais concorridas os homens fecharam entre 4h25 e 4h35 e as mulheres entre 5h05 e 5h15. Destaque para os vencedores amadores que fizerem tempos até 10 minutos abaixo dos demais líderes destas categorias tanto no masculino quanto feminino.

Para a surpresa de alguns, a categoria masculina com tempo médio mais rápido foi a 18 – 24 anos e 25 – 29 para a feminina. No geral podemos dizer que nas categorias mais concorridas os homens fecharam entre 5h30 e 6h00 e as mulheres 5h55 e 6h25.

Um parabéns aos amadores donos destas parciais, em especial a amadorA que fez a natação mais rápida geral!!!

Para os homens, as melhores parciais ficaram nas categorias entre 30 e 40 anos e ficaram na casa de 1:25 min/100m, 37 km/h e 4:15 min/km.

Para as mulheres, as melhores parciais destoaram muito das demais, mas no geral podemos verificar que as melhores parciais foram na casa de 1:45 min/100m , 33 km/h e 4:45 min/km.

Portanto se você quer um dia se classificar para um mundial, é bom começar a treinar pra se aproximar destas parciais.

Agora voltando aos tempos mais comuns e cotidianos, os homens tiveram natações com pace na casa de 2:00 min/100m, bike 30,5 km/h e corrida pace 5:50 min/km.
Para as mulheres 2:10 min/100m, bike 29 km/h e corrida 6:15 min/km nas categorias mais concorridas.

Ou seja, se você estava achando que foi mal e est[a próximo destes tempos, levante a cabeça que você foi bem! Se você está acima dos tempos, fique tranquilo que o que importa é verificar onde foram os momentos de dificuldade e melhorá-los.

Mas agora se você viu que na verdade foi bem próximo da média da sua categoria e deseja um dia ser um dos líderes, então foco que tem bastante onde melhorar ainda.

Achei interessante colocar os tempos das transições, coisas que nem todo mundo fala mas só pra ter uma ideia de quanto tempo as pessoas gastam nesse momento.
Eu sei que cada um tem sua mania, e seu jeitinho de colocar a luvinha que você comprou lá em Miami que combina com a bike, com sua meia de compressão e até a roupa da sua torcida, mas veja se todo aquele esforço que você faz pra tirar 1 minuto em uma modalidade não esta sendo perdido na transição em relação aos demais. Vale lembrar que o tempo perdido na transição pode te custar uma vaga no mundial.



2 thoughts on “Análise dos Tempos 70.3 Rio de Janeiro 2016  

  1. https://laceydentist.wordpress.com

    Wonderful goods from you, man. I’ve understand your stuff previous to and you are
    just extremely wonderful. I actually like what you’ve acquired here, certainly like
    what you are stating and the way in which you say it. You make it entertaining and you still care
    for to keep it sensible. I cant wait to read much more from you.
    This is actually a great site.

    responder
    1. exuma Mensagem autor

      Thank you very much my friend! We are glad you liked the content and wish you keep visiting our site to be updated with the news!

      responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *