Search
segunda-feira 18 dezembro 2017
  • :
  • :

Entretenimento e motivação: Um filme sobre Triathlon

Entretenimento e motivação: Um filme sobre Triathlon

O crescimento das corridas de rua é um grande aliado para o crescimento do triathlon no mundo todo. O ser humano gosta de ser desafiado por natureza, e gosta de desafiar a si mesmo. A maioria dos triatletas vem da corrida de rua por um motivo: é um esporte popular, mas muitos querem apimentar um pouco mais as coisas e adicionar mais modalidades.

Com o crescimento da quantidade triatletas é notável que haja um um avanço na indústria do esporte e do triathlon especificamente no Brasil, podemos notar uma quantidade crescente de revistas e livros importados traduzidos para a língua portuguesa, além de muitas obras de autoria nacional.

Não poderia ser diferente com vídeos, séries e também filmes sobre o esporte. No ano passado, o canal OFF exibiu a série “Triatleta’ com episódios estrelados pela atleta Fernanda Keller, referência do triathlon nacional e internacional, mostrando ao público, as belezas e desafios do triathon e o significado do Mundial de Ironman em Kona no Havaí, must see para quem sonha com o mundial e pretende trilhar esse duro caminho.

Durante a série, Fernanda Keller fala sobre o esporte, sua carreira e chega a percorrer todo o trajeto da prova em frente às câmeras demonstrando que mesmo sem nenhuma torcida ou adrenalina de prova, ela ainda consegue completar um Ironman em pouco mais de 10 horas.

 

 

Com a popularidade do triathlon durante as Olímpiadas do Rio 2016, e a cidade sediando também uma das provas de distância meio Ironman, a Rede Globo realizou um quadro no Esporte Espetacular com o nome de “Rumo ao Ápice”, contando novamente com Fernanda Keller.

No quadro, três pessoas comuns que passaram por momentos difíceis em suas vidas, foram treinadas pela atleta com o intuito de completar os  1900m de natação, 90km de bike e 21km de corrida da prova de meio Ironman no Rio de Janeiro.

A série foi um sucesso até fora do circulo restrito de triatletas. É emocionante ver que o esporte é uma grande metáfora física de como todos precisam passar pela dor e pelo sofrimento em algum ponto da vida, mas quem escolhe como encarar isso é você.

 

Tri, o filme

No meio esportivo há diversos tipos de documentários sobre atletas e suas performances, que servem como fonte de inspiração para qualquer pessoa, porém seu interesse acaba se restringindo ao mundo dos atletas pois nem todos se identificam com o personagem, entendem seus motivos e sentem empatia por ele. Grandes exemplos disso, são filmes sobre a vida de Lance Armstrong e Marco Pantani.

Este ano, foi lançado o filme TRI, que conta a história de uma mulher comum, que acompanha a vida, mas não realmente a vive de maneira plena, como muitos de nos, presos a mesas de trabalho e com pouca energia no fim do dia para ver a luz do Sol.

Após seguir um conselho, ela assiste ao vídeo de Julie Moss competindo durante o Ironman do Havai em 1982, sendo esse o estopim que dá inicio a sua jornada pelo triathlon.

 

Vemos na tela o reflexo de nossas experiências, contadas com humor e respeito, nos fazendo rir e nos emocionando. Somos tantas vezes protagonistas que o olhar de telespectador faz bem, e o maior aprendizado dito no filme e que as vezes esquecemos é que o esporte, por mais que seja um esporte individual, não se pratica sozinho, assim como a vida.

É um excelente filme para motivar a quem pretende dar o passo inicial em alguma atividade, e mesmo quem já está no mundo do triathlon a anos, vai se lembrar de quando começou, de quando achou que não se encaixava de verdade, mas percebeu que só de estar lá, presente, era o primeiro passo e o mais difícil. Comparecer já tira você da lista dos DNS – Did Not Started (não começaram), e os treinos e a vontade crescente de fazer parte daquilo, e se divertir será o que te faz ficar longe da lista dos DNF – Did Not Finished (não terminaram).

Confira a baixo o trailer

O filme está disponível no iTunes, Google Play e Amazon Vídeo, mas apenas nos EUA, com lançamento na Nova Zelândia e no Reino Unido no dia 23/01 também pela Amazon, Google Play e iTunes.

Infelizmente sem previsão de lançamento no Brasil em nenhum app ou canal, mas é possível encontrar o filme completo na internet porém sem legenda – fica a dica para os curiosos que não quiserem esperar uma provável futura disponibilidade para o Brasil.

 

Visite o site do filme

http://www.triforcure.com/triforcure/




2 thoughts on “Entretenimento e motivação: Um filme sobre Triathlon

  1. Rafael

    Assisti esse filme e não gostei muito.Achei meio fraco tanto na atuação como na história, mesmo sendo triatleta não fiquei empolgado muito menos emocionado em nenhum momento do filme. Fora que me identifiquei em pouquíssimas situações do filme!

    Estou assistindo outro filme que parece ser muito melhor sobre triatlo (ainda não terminei) . O título no brasil é ‘100 metros’ e está disponível no Netflix , depois veja o que acha!

    responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *