Search
segunda-feira 18 dezembro 2017
  • :
  • :

Trail Run – Como um treino fora do asfalto pode te beneficiar

Quando corremos, é comum que seja em parques ou áreas arborizadas da cidade, por conta do ar, da proteção do sol ou apenas pela beleza do local escolhido. Apesar de ser um momento de contato com a natureza, nos mantemos sempre no caminho asfaltado, raramente pisamos na grama ou corremos nos caminhos de terra que alguns parques possuem.

No asfalto, o impacto nas articulações é maior porque o piso é mais rígido, porém a chance de lesão é menor por ser um piso – quase sempre – regular, é um terreno para valorizar a velocidade.

Já a grama, ela absorve o impacto e alivia o joelho, é muito bom para trabalhar a musculatura mas deve-se tomar muito cuidado e prestar muita atenção, porque pisar em falso num terreno irregular pode gerar uma lesão.

Há quem defenda correr na areia, apesar de ser um bom terreno para desenvolver força e resistência, é muito irregular, nas praias, por exemplo, o caimento da areia em direção ao mar pode forçar ainda mais as articulações.

Apesar da atenção redobrada na hora de correr em terrenos off road, a inserção desse tipo de treino na planilha pode trazer muitos benefícios ao atleta em treinamento.

Os tendões foram feitos para expulsar o impacto, e não absorvê-lo, em terrenos como grama ou terra batida, eles passam a absorver o impacto (mesmo que de forma mais branda  que na areia). Nesses terrenos, treina-se resistência, deixe o treino de velocidade para o asfalto, já que para ser veloz você precisa de um tempo menor de contato com o solo, que melhor conseguimos no asfalto.

Recentemente introduzimos no nosso treinamento algumas corridas em trilhas, para a ativação e fortalecimento de músculos secundários e com a variação de altimetria, também treinar a resistência.

Para quem acabou de começar, vale a dica de escolher uma trilha “limpa”, com poucos obstáculos, e de fácil acesso. Lembre-se que mesmo assim é hora de reduzir o ritmo.

 

Treinar em trilhas não trabalha apenas o corpo, você vai ficar com uma mente afiada depois de alguns quilômetros percorridos.  Com as irregularidades do asfalto, pedras, poças – se tiver acabado de chover – e galhos, você precisa ficar o tempo todo olhando onde pisa e já antecipando onde vai pisar, isso é um exercício de concentração incrível.

 

Você vai sentir que 100% de sua atenção está voltada para te fazer correr, você estará ciente de cada músculo seu fazendo força para te levar para frente, é algo muito próximo da sensação da meditação, você limpa sua mente e só foca no que realmente importa. Conseguindo ter um contato enorme com a natureza e ar realmente puro – com sorte a trilha levará a uma cachoeira.

 

 

Para quem correu no asfalto a vida toda, e já começa a enjoar dos parques, mesmo arborizados, correr em trilhas é uma boa maneira de mudar um pouco e incrementar seu treinamento.

 

 

Triatletas profissionais freqüentemente postam fotos treinando em trilha, Gwen Jorhansen,  Richard Murray, Sebastian Kienle, Mirinda Carfrae. Com tanto benefícios ao corpo e a mente, fale com seu treinador sobre o assunto.

Em São Paulo, Campos do Jordão e Brotas são duas cidades que tem boas opções de trilhas e também são uma ótima escolha para uma viagem prazerosa com a família.




One thought on “Trail Run – Como um treino fora do asfalto pode te beneficiar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *