Search
segunda-feira 18 dezembro 2017
  • :
  • :

Treinando e Curtindo com a Família

Aproveitando o Churrasco no Sítio para treinar

Um dos assuntos mais comuns que nós atletas de Endurance encaramos ao conversar com amigos é em relação à alimentação e ao estilo de vida regrado para treinar e manter o peso. Normalmente o que temos que ouvir dos nossos colegas boêmios é que não podemos beber ou comer o que quisermos e muitas vezes não podemos nem curtir o fim de semana para “farrear”.

Ok, não vou falar que aguentamos beber de igual pra igual, mas pelo menos se quisermos ficar “alegrinhos” é bem rápido pois bastam apenas umas 2 latinhas de cerveja e uma caipirinha. Mas o que mais importa é saber quando encaixar os períodos de treino com algumas fugidinhas na dieta.

Nós dividimos nossos treinos para as provas da seguinte forma:

Base e Força: Fazemos treinos de força e hipertrofia na academia, ciclismo focado em ladeiras e serras, corridas com muitas subidas, natação com muito palmar e para-quedas e nos alimentamos buscando ganhar o máximo de músculos sem focar em baixar peso. Essa fase buscamos ganhar o máximo de força bruta para encarar os desafios
Ganho de Volume e Velocidade: Treinos longos de pedal e provas de meia maratona ou maratona (dependendo da prova foco) nos fins de semana, provas de travessia, e provas de triathlon preparatórias, associados a treinos intervalados durante a semana. Nessa fase buscamos nos adaptar a distância da prova e ganhar um pouco de velocidade, para isso já buscamos nos alimentar corretamente mas sem cortes extremamente bruscos
Adaptação e Polimento: Buscamos trabalhar com as velocidades foco da prova e encaixar o máximo de simulados com as condições próximas da prova, seja calor, vento, mar mexido ou ladeiras. Essa é a hora de a alimentação ficar realmente regrada para estar no melhor peso possível e deixar o corpo pronto para aquela prova específica.

– OFF: Período pós prova de aproximadamente 15 dias onde as gordices estão liberadas e fazemos apenas atividades bem curtas e sem intensidade para recuperação muscular

Para uma distância de 70.3, geralmente começamos a trabalhar o período base 4  meses antes da prova , já para uma distância de Full Ironman os treinos começam um ano antes da prova que será realizada. O importante é aproveitar o melhor de cada fase de treino para atingir os melhores objetivos e não perder o ânimo dos treinos.

Durante o período de Base, sempre buscamos variar os locais do treino para evoluir e para isso buscamos por locais no interior de SP, como por exemplo Romeiros, Mairiporã, Brotas, São Carlos, porém esses treinos são feitos em outras fases de treino também. Porém esta período ainda tratamos como o “último respiro antes do mergulho” e por isso uma das melhores pedidas é treinar na chácara no fim de semana com direito a um churrasco de recompensa após.

Pode ser um sítio, chácara, casa de parente no interior, enfim… Todo mundo sempre tem alguém pra visitar que vai ficar feliz em receber a visita, e mora perto de uma estrada onde é possível realizar um treino bem divertido. No nosso caso vamos bastante à Itupeva, cidade a apenas 70km de São Paulo com estradas tranquilas ao redor e um relevo bem interessante.

Nosso trajeto favorito é o que liga Itupeva a Indaiatuba, pois é uma pequena estrada com plantações de uvas, eucaliptos e placas de ambos os lados pedindo respeito ao ciclista em treinamento. São entorno de 13km de extensão a estrada, fazendo 2 voltas, temos um treino de 50km, 2h30min de tempo total e ganho de elevação entorno de 900m.

 

 

Sempre fazemos os trajetos de estrada com carro de apoio para garantir segurança e tranquilidade aos treinos, hoje há uma conscientização e placas alertando sobre os ciclistas (treinando ou apenas se deslocando) o que faz com que os motoristas respeitem e sejam até cordiais, porém sempre há um ou outro indivíduo babaca que faz o possível para por a segurança do ciclista em risco

 

 

Como falamos, o momento ainda não é de grande pressão, então o melhor do treino é o pós treino com direito a churrasco, cervejinha e piscina, até por que até quem é Ironman, não é de ferro… o tempo todo

 




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *